Artigo

FMI está preocupado com El Salvador após país adotar bitcoin como moeda oficial


Por Neto
Junho 10, 2021

[post-views]

Bastou que um pequeno país na América Central adotasse o bitcoin para que o governo dos EUA e o famigerado FMI entrassem em contato com o presidente de El Salvador em tom alarmista e desesperado. 

Não tão desesperados quanto alguns chineses que acreditam que o bitcoin “matará a todos na Terra”, mas ainda sim as instituições internacionais estão preocupadas com a estabilidade financeira internacional, como se houvesse alguma estabilidade. Crise mundial  de 2008, crise em 2014 no Brasil, inflação afetando diversos países (como Brasil, Argentina e Líbano) nas últimas décadas, há milhares de outras. Temos tudo na ordem financeira internacional, menos estabilidade. 

Mesmo assim, é explicável que o Fundo Monetário Internacional tenha interesse no país. O FMI tem interesse direto em El Salvador, o país busca um empréstimo de quase US$1 bilhão para ajudar a dinamizar a economia do país e já pegou mais de US$200 milhões em empréstimos no ano passado. 

Tudo sobre blockchain, investimentos e economia.

Assine a nossa newsletter

BLOCKTRENDS

Assine Grátis nossa Newsletter e acompanhe as tendências sobre blockchain, investimentos e economia.

“A adoção do bitcoin como moeda legal levanta uma série de problemas macroeconômicos, financeiros e jurídicos que requerem uma análise muito cuidadosa”, disse o porta-voz do FMI, Gerry Rice.

Está marcada para hoje uma reunião entre o presidente Nayib Bukele e o órgão internacional. Entre hoje e amanhã saberemos do resultado, muitos acreditam que a organização internacional será contra a adoção do btc. Veremos. 

Também foi revelado por Bukele no Twitter Spaces que o governo dos Estados Unidos também está em contato. El Salvador usava o dólar como moeda principal.

Desespero do Petrodólar?

El Salvador tem como principal parceiro comercial os EUA, apesar disso, Bukele não teve medo de desafiar a maior potência mundial ao destituir os juízes da Suprema Corte e o procurador-geral. Washington chegou a enviar um correspondente especial, mas não teve sucesso nas negociações. 

Aparentemente, parte do establishment norte-americano está surtando com os avanços do bitcoin. Elizabeth Warren, chefe dos Democratas no Congresso dos EUA, fez um vídeo de 7:21 minutos atacando a criptomoeda, confira a vergonha pública:

Bitcoin requires so much computing activity that it eats up more energy than entire countries. One of the easiest and least disruptive things we can do to fight the #ClimateCrisis is to crack down on environmentally wasteful cryptocurrencies. pic.twitter.com/derGr1bjuq

— Elizabeth Warren (@SenWarren) June 9, 2021

Apesar de todos os dados mostrarem que o bitcoin, na verdade, incentiva o desenvolvimento de fontes renováveis, o mito de que a criptomoeda é vilã do meio ambiente persiste. 

Do outro lado político dos EUA, o republicano Donald Trump foi mais sincero ao afirmar que não gosta do Bitcoin, pois ele não gosta da concorrência ao dólar. Uma sinalização para base nacionalista do partido. 

Tudo sobre blockchain, investimentos e economia.

Assine a nossa newsletter

BLOCKTRENDS

Assine Grátis nossa Newsletter e acompanhe as tendências sobre blockchain, investimentos e economia.

Leia aqui a declaração do ex-presidente dos EUA: Trump chama bitcoin de golpe, mas assume o real motivo do seu ódio

O conteúdo FMI está preocupado com El Salvador após país adotar bitcoin como moeda oficial apareceu primeiro em Cointimes.

cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail