Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

Em meio à chuva de processos entre SEC e Coinbase, governo dos EUA adota corretora como custodiante

Enquanto uma chuva de processos acontece, a Coinbase e a US Marshall firmam o contrato através da Divisão de Confisco de Ativos (AFD).

O US Marshals Service (USMS), ou agência do Departamento de Justiça dos EUA responsável pelo confisco de ativos, anunciou que vai usar a Coinbase como cofre de suas apreensões.

A escolha é interessante, visto que a SEC, Comissão de Valores dos EUA, entrou em briga judicial com a Coinbase justamente por oferecer staking, visto como serviço de custódia sem regulação.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +30 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Apesar disso, o US Marshal selecionou a Coinbase Prime para fornecer serviços de custódia e negociação avançada para os ativos digitais “Classe 1” (grande capitalização) da agência.

Conforme comunicado da imprensa, o USMS conduziu um processo de due diligence competitivo que avaliou uma gama de soluções. O processo de seleção focou em identificar um parceiro capaz de fornecer o melhor valor ao governo, empregando o método de trade-off para avaliação.

Por outro lado, em uma outra divisão do governo, não somente a SEC processa a Coinbase mas vice-versa. A Coinbase também está no meio de um processo, que acusa a SEC, e o FDIC, de ‘enforcar’ a inovação no país.

Os processos fazem referência à “Operação Choke Point 2.0”, o nome dado justamente à crença da indústria de que o governo desencorajou ativamente as finanças tradicionais de atender empresas de criptografia.

Em meio ao caos, um contrato indefinido surge

Enquanto uma chuva de processos acontece, a Coinbase e a US Marshall firmam o contrato através da Divisão de Confisco de Ativos (AFD). Ele aborda a necessidade do USMS de um manuseio seguro dos ativos digitais apreendidos.

A Coinbase Prime vai implementar técnicas de armazenamento e liquidação em conformidade com as políticas do DOJ e do USMS.

A colaboração visa agilizar os processos de custódia, gestão e disposição de criptomoedas. Além de expandir a gama de ativos digitais geridos sob os programas de confisco do governo.

O contrato está estruturado como um acordo IDIQ (Entrega Indefinida/Quantidade Indefinida) de prêmio único com um período inicial de pedidos de cinco anos. Além disso, inclui a possibilidade de uma extensão de seis meses.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Mt. Gox diz que vai pagar US$ 8 bilhões aos credores semana que vem Ancord e BlockTrends lançam primeira Certificação em Criptoativos do Mercado Financeiro e de Capitais Donald Trump Agora Possui US$ 30 Milhões em Memecoins DOG é listada na Bybit e atinge máxima histórica pelo segundo dia consecutivo DOG, memecoin no Bitcoin, atinge nova máxima histórica