Artigo

Ether: a segunda criptomoeda mais famosa do mundo


Por QR Capital
Janeiro 23, 2019

101

Ethereum. Para quem nunca ouvir falar, trata-se do segundo projeto de criptomoeda mais famoso do mundo. O primeiro, claro, é o Bitcoin. Mas bem diferente do ativo mundialmente famoso, o Ethereum é um destaque que não atrai tanto holofote, mas a cada dia ganha mais adeptos. Criado em 2015, tem como um dos diferenciais a oferta de uma rede aberta para firmar “contratos inteligentes”.

O nome “contrato inteligente” é justamente pelo fato de ser automatizado por algoritmos e protocolos da rede em que está inserido, no caso, a rede Ethereum. Eles tornam possíveis transações sem a necessidade de intermediários ou fiadores. Além das transações serem rastreáveis e irreversíveis, a rede armazena todas as informações sobre os termos do contrato e executam automaticamente todas as ações previstas.

É da natureza da rede que nenhuma informação possa ser apagada ou substituída, apenas atualizada. Ou seja, se uma pessoa passou um Ether, nome da criptomoeda da rede Ethereum, para outra, é possível registrar tudo na rede — que inclusive é aberta para consulta das transações.

Tudo sobre blockchain, investimentos e economia.

Assine a nossa newsletter

BLOCKTRENDS

Assine Grátis nossa Newsletter e acompanhe as tendências sobre blockchain, investimentos e economia.

Na prática, a rede Ethereum pode funcionar como uma espécie de cartório virtual, onde duas pessoas que fizeram uma transação têm acesso a mesma informação. Mas esse conteúdo jamais pode ser modificado por ninguém e fica disponível para qualquer pessoa.

Mas a rede Ethereum é mais do que isso. É uma plataforma aberta (open source) que pode ser aproveitada para a criação e distribuição de aplicações descentralizadas. Uma pessoa pode, por exemplo, criar um aplicativo de celular cujas operações serão processadas na rede Ethereum.

Tudo sobre blockchain, investimentos e economia.

Assine a nossa newsletter

BLOCKTRENDS

Assine Grátis nossa Newsletter e acompanhe as tendências sobre blockchain, investimentos e economia.

ETHEREUM X ETHER

No caso do Bitcoin, tanto a criptomoeda quanto a rede têm o mesmo nome. Na Ethereum, o Ether é a moeda a ser utilizada. A função do ativo é servir como pagamento para as operações e aplicações que rodam dentro de sua rede. Isso impede que recursos sejam desperdiçados e garante uma moeda de troca para serviços realizados.

Tudo sobre blockchain, investimentos e economia.

Assine a nossa newsletter

BLOCKTRENDS

Assine Grátis nossa Newsletter e acompanhe as tendências sobre blockchain, investimentos e economia.

COMO ADQUIRIR ETHER

Existem duas formas de se adquirir Ethers: minerando ou comprando. O processo de mineração é similar ao do Bitcoin. É necessário um poder computacional considerável para solucionar equações e validar a inserção de novas informações criptografadas na rede. Como recompensa por essa prova de trabalho, o minerador recebem uma quantia de tokens.

A forma mais fácil de se adquirir tokens é comprando. Eles são negociados em corretoras de criptomoedas ao redor do mundo. No Brasil, pode-se adquirir Ethers outros tokens em diversas corretoras inclusive na QR Capital. Que além de corretora, também oferece serviços de gestão que podem multiplicar seus tokens sem depender da volatilidade dos ativos.

101 views
cool good eh love2 cute confused notgood numb disgusting fail
Close Bitnami banner
Bitnami