Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

ETF de bitcoin proposto pela BlackRock recebe ticker

A atualização mais recente sugere um modelo de resgate em dinheiro, que analistas indicam ser o preferido pela SEC.

A BlackRock fez mais um pedido protocolado à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). Desse modo, a maior gestora do mundo atribuiu o ticker IBIT ao seu proposto ETF de Bitcoin à vista.

Portanto, a atualização do arquivo S-1 na noite desta segunda-feira (18) incluiu novas informações interessantes. Por exemplo, sobre o modelo de criação e resgate que o fundo pretende empregar. O assunto é um tópico de discussões recentes entre a BlackRock e oficiais da SEC.

Nesse sentido, a atualização mais recente sugere um modelo de resgate em dinheiro, que analistas indicam ser o preferido pela SEC. Contudo, ainda deixa aberta a possibilidade de um processo “in-kind”, sujeito à aprovação dos reguladores.

O arquivo afirma: “O Trust emite e resgata Cestas de forma contínua. Essas transações ocorrerão em troca de dinheiro. Sujeito à Aprovação Regulatória In-Kind, essas transações também podem ocorrer em troca de bitcoin.”

Eric Balchunas, analista da Bloomberg Intelligence, comentou sobre a decisão da BlackRock de adotar um modelo apenas em dinheiro, indicando que isso poderia ser um sinal positivo para a aprovação do ETF.

“A emenda S-1 da BlackRock apresentada ontem à noite continha apenas 6 alterações. O último teve 21. Os destaques incluem a mudança para criações em dinheiro, abandonando o ‘primer broker’ e ‘criadores de mercado’ e um novo ticker $IBIT”, diz em seu X.

Modelos que a SEC prefere

A BlackRock provavelmente deseja ter um modelo de resgate “in-kind” que ofereceria maior flexibilidade na gestão do portfólio. No entanto, a SEC parece favorecer um modelo em dinheiro, que exigiria que a BlackRock movimentasse o bitcoin do armazenamento, vendesse imediatamente e, em seguida, devolvesse o dinheiro ao investidor em caso de resgate de ações.

Memorandos mostram que empresas como BlackRock e Fidelity se reuniram com a agência nas últimas semanas para discutir detalhes sobre como o processo de resgate funcionaria para um ETF de Bitcoin à vista.

Ark 21Shares e WisdomTree também apresentaram arquivos S-1 emendados à SEC na segunda-feira para seus fundos propostos de Bitcoin à vista. Até o momento, o regulador ainda não aprovou nenhum, embora o mercado tenha se animado com o otimismo de que uma decisão possa estar mais próxima.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com

Notícias relacionadas



Crise diplomática com Israel impacta FAB, agro e energia no Brasil Aos 85 anos, Abílio Diniz ainda inovava e apostou em cripto Apple bloqueia pornografia em Vision Pro e usuários ficam irritadíssimos Analistas aumentam estimativa de lucro do Nubank em 4x e banco sugere “calma” Terceiro homem mais rico do México tem 60% do patrimônio líquido em Bitcoin