Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Blockchain

CPI das Criptomoedas convoca novos nomes; veja quem

É importante frisar que, as convocações para a Comissão estão sendo feitas tanto do lado de consultores, para ajudar os políticos na investigação, quanto das empresas investigadas.

Durante a CPI das Criptomoedas, ou das Pirâmides Financeiras, os deputados atuantes requereram nesta semana a presença de várias personalidades. A Comissão investiga as pirâmides financeiras que usam criptomoedas como chamariz para o golpe. Entretanto, é importante frisar que as convocações para a Comissão estão sendo feitas tanto do lado de consultores, para ajudar os políticos na investigação, quanto do lado das testemunhas. Essas, por sua vez, representam empresas investigadas por fraudes.

Dessa forma, a CPI deverá utilizar um período de 120 dias para discutir o tema, realizando audiências públicas com especialistas, representantes de empresas e membros da sociedade civil, além de analisar documentos e quebrar sigilos. Além disso, existe a possibilidade de prorrogar o prazo de funcionamento da CPI por mais 60 dias, mediante um requerimento assinado por 1/3 dos deputados.

Entre na comunidade BLOCKTRENDS PRO com 15% OFF e receba +20 cursos, análises diárias, relatórios semanais, lives e mais.

Nomes citados para ajudar como consultores e especialistas

Nesse sentido, alguns dos novos nomes citados nesta semana, na condição de consultores, foram Felipe Sant’anna, representante da Paradigma Education; Gabriel Faria, representante da Mercurius, Aaron Stanley, representante da Brazil Crypto Report; Maurício Magaldi, representante da BlockDrops; Cláudio Goldberg Rabin, representante da Portal do Bitcoin; Lalo Trage, representante da Escola Cripto; Claudia Mancini, representante da Blocknews e João Hazim, representante da Zero Paralelo.

Além disso, Alexandre Ludolf, representante da Vórtx; Rodrigo Caggiano, representante da Mobiup; Daniel de Paiva Gomes, representante da Vieira, Drigo e Vasconcellos Advogados e Isac Costa, representante da Warde Advogados.

Para o advogado Daniel de Paiva Gomes, ainda não há clareza sobre como a Comissão vai atuar. O advogado afirma que a Comissão convidou diferentes agentes do mercado de diversos setores do nicho, com o objetivo de entender o funcionamento do mercado de criptomoedas.

“Posso falar, por mim, que o que eu vejo de importante nessa CPI das Criptomoedas é separar o criminoso da tecnologia. Esquemas Ponzis, e pirâmides financeiras, existem desde que o mundo é mundo. Criptoativo não é um facilitador, mas sim apenas uma ativo que é usado para ludibriar as pessoas”, explica.

Nesse sentido, o mercado precisa se posicionar, no sentido de que, o mau uso da tecnologia não incita no ilícito dela. É preciso combater o mau uso, e não ela em si. Paiva diz que, o melhor cenário para isso, é mostrar números consolidados sobre o mercado no Brasil.

Nome dos investigados (e um quase) na CPI das Criptomoedas

O deputado federal Paulo Bilynskyj (PL/SP) solicitou, nesta quarta-feira (5), a retirada do nome de Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futebol, do requerimento da semana passada. Contudo, Ronaldinho Gaúcho ainda tem um na condição de consultor. O deputado Ricardo Silva (PSD/SP), relator da CPI, solicitou o novo requerimento, que está agendado para votação durante a sessão da semana que vem.

A CPI solicitou a presença do ex-jogador de futebol devido à sua ligação com a empresa “18K Ronaldinho”, suspeita de operar como pirâmide financeira. Entre as empresas citadas, seguido pelos nomes das testemunhas, que saíram essa semana, e já citados pela CPI, estão: 

Contudo, outros nomes também foram mencionados na Comissão, estão Gutheryo de Souza Costa Cavalcante, da Capital Bank; Eliane Medeiros de Lima, da CointradeCx; Rodrigo Marques dos Santos e Fabrício Spiazzi Sanfelice Cutis, da Atlas Quantum; Glaidson Tadeu Rosa e Carlos Eduardo de Luca, da MSK Invest; Diorge Ribeiro Chaves e Patrick Abrahão, da Trust Investing; Glaidson Acácio dos Santos e Mirelis Yoseline Diaz Zerpa, da GAS Consultoria.

Além deles, Vicente Gadelha Rocha Neto, da V.G.R Tecnologia Digital; Marco Antonio Fagundes, Angelo Ventrura da Silva, Regis Lippert Fernandes, Francisco Daniel Lima de Freitas e Tassia Fernanda da Paz, da Indeal; Tunay Pereira Lima e Marcia Pinto dos Anjos, da Pereira Consultoria em Tecnologia da Informação Ltda e Jose Newton Esteves Garcia, da Zurich Capital Investimentos e Partição Eireli.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com



Trader faz US$ 6.500 virar US$ 5,6 milhões com criptomoedas meme do Trump após ele falar bem do mercado “O único defensor do livre mercado no mundo é bizarramente da Argentina”, diz ex-gestor de George Soros Instituto mobiliza BTG e Starlink, de Musk, para garantir internet em meio a enchentes no RS Bybit começa a oferecer renda passiva em dólar descentralizado Baleia de Bitcoin acorda após 10 anos e move US$43,9 milhões que comprou por US$2 dólares