Participe da
Comunidade Ícone Whatsapp
Notícias

Mais de 900 empresas investiram em ETFs de Bitcoin no 1º trimestre

A crescente demanda institucional por Bitcoin revela um crescimento no interesse por esse mercado, com ETFs de Bitcoin superando os de ouro em número de investidores no 1º Trimestre.

De acordo com a análise da K33 Research, 937 instituições investiram em ETFs de Bitcoin no primeiro trimestre de 2024, quase 10 vezes mais do que os 95 investidores de ETFs de ouro. Entre os novos investidores de Bitcoin estão grandes bancos como JP Morgan, Wells Fargo, e também grandes bancos brasileiros como BTG Pactual e Banco do Brasil. Esse número deve aumentar nos próximos trimestre e ao longo de 2024, ao longo que cada vez mais instituições vão percebendo as características do Bitcoin.

Faça parte da Comunidade BLOCKTRENDS PRO e lucre em cripto com relatórios semanais, análises diárias, sinais e lives exclusivas.

A alta demanda por Bitcoin indica um interesse não atendido, com ETFs de Bitcoin superando significativamente os de ouro. Embora as instituições detenham apenas 18,7% dos bitcoins nesses ETFs, a maior parte do capital ainda é mantida por investidores individuais.

A presença de grandes instituições no mercado de Bitcoin pode incentivar outras a investirem. Por exemplo, após o investimento significativo de Wisconsin, Keith Ammon, da Câmara dos Representantes de Nova Hampshire, sugeriu que seu estado também deveria considerar alocar parte de suas reservas em Bitcoin, destacando um potencial retorno de 10.000% desde 2016. Os fundos de pensão estatais também estão se mostrando adeptos ao Bitcoin e devem comprar nos próximos meses.

A Entrada da BlackRock dentro do Bitcoin influenciou boa parte do mercado

A influência da BlackRock no mercado institucional de criptomoedas, especialmente no Bitcoin, é significativa. Em apenas sete anos, a percepção da empresa em relação ao Bitcoin passou de uma visão crítica, considerando-o um instrumento para lavagem de dinheiro, para uma posição de liderança no mercado de ETFs de criptomoedas. A transformação reflete não apenas a mudança de perspectiva da BlackRock, mas também uma maior aceitação institucional das criptomoedas.

A entrada da BlackRock no mercado de ETFs de Bitcoin com o iShares Bitcoin Trust (IBIT) destaca sua capacidade de atrair capital institucional substancial. Com US$ 17,3 bilhões em ativos acumulados desde seu lançamento em janeiro de 2024, o IBIT rapidamente se tornou o segundo maior fundo de Bitcoin do mundo, ficando atrás apenas do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC). Esse crescimento impressionante demonstra a confiança dos investidores institucionais na gestão e na segurança proporcionadas pela BlackRock.

Os ETFs de Bitcoin voltaram a comprar nessa semana

Outra notícia animadora para o Bitcoin foi a entrada de capital ao longo dessa semana dentro dos ETFs de Bitcoin que passou $726 milhões nos últimos 4 dias, demonstrando novos fluxos de entradas, após termos passado por 4 semanas consecutivas de vendas, muito levado pelo redução de posição da Grayscale.



Nesse momento, os ETFs já ultrapassam uma captação total de mais de US$ 12,3 bilhões e provavelmente está sendo um dos melhores lançamentos já registrados neste tipo de produto.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de traders de criptomoedas. Acesse ByBit.com